15.08.2014
Conheça os vencedores do Prêmio de Reportagem sobre a Mata Atlântica 2014
de

Foi realizada na última quinta-feira (14), na pizzaria Bendita Hora, no bairro de Perdizes, em São Paulo, a cerimônia para o anúncio dos vencedores do Prêmio de Reportagem sobre a Mata Atlântica 2014. Aos finalistas, que concorreram ao prêmio nas categorias jornal impresso, revista e televisão, foram oferecidos os seguintes prêmios: 1º lugar - R$ 10 mil, 2º lugar - R$ 5 mil e 3º lugar - R$ 2.500, além de troféu e um certificado.

O prêmio é uma iniciativa da Aliança para a Conservação da Mata Atlântica - parceria entre Conservação Internacional (CI-Brasil) e Fundação SOS Mata Atlântica - e tem o apoio do Bradesco Seguros. Em sua 13ª edição, com a participação da jornalista Rosana Jatobá como mestre de cerimônias, o prêmio chegou a 69 reportagens premiadas, com 22 menções honrosas.

"O papel dos profissionais de comunicação é fundamental neste momento difícil para a pauta ambiental no jornalismo brasileiro. A sociedade ainda sabe muito pouco sobre a Mata Atlântica, que é o ambiente onde boa parte vive. Então é preciso esclarecer, trazer informação de qualidade e denúncias que contribuam para isso", comentou Márcia Hirota, diretora-executiva da Fundação SOS Mata Atlântica. Rodrigo Medeiros, vice-presidente do Programa Brasil da Conservação internacional, ressaltou que o prêmio chama a atenção para os riscos que o bioma enfrenta. "É muito importante traduzir o grito de ajuda que há muito tempo tentamos divulgar."

Além dos premiados, Sucena Shkrada Resk, da revista Horizonte Geográfico recebeu uma menção honrosa pela reportagem "Guardiões da floresta: a Mata Atlântica ainda prospera no vale do Ribeira". O texto da repórter destaca uma região em que a natureza resiste às pressões e onde os quilombolas zelam pela Mata Atlântica.

Confira abaixo, em ordem de classificação, os vencedores e o depoimento dos primeiros classificados:

 

JORNAL IMPRESSO

 

1º LUGAR
Daniela Chiaretti
Veículo: Valor Econômico
Matéria: "Projeto para reabrir estrada em parque provoca polêmica"

2º LUGAR
Giovana Girardi
Veículo: O Estado de S. Paulo
Matéria: "Rãs, sapos e pererecas sobrevivem à metrópole"

3º LUGAR
Katia Brembatti
Gazeta do Povo/PR
Matéria: "Verdes Feitos"

REVISTA

 

1º LUGAR
Carlos Fioravanti
Revista Pesquisa FAPESP

Matéria: "Os círculos do tempo"

2º LUGAR
Maria Guimarães
Revista Pesquisa FAPESP

Matéria: "Voo direto"

3º LUGAR
André Gomes Julião
Revista Unesp Ciência

Matéria: "Tesouro enterrado"

 

TELEVISÃO

 

1º LUGAR
Silvia Regina Martinez
Good News (Rede TV!)

Matéria: "Um futuro de esperança: o trabalho de resgate de espécies raras da Mata Atlântica"

2º LUGAR
André Trigueiro GloboNews

Matéria: "Viveiro de Mudas"

3º LUGAR
Matéria: Mariene Pádua Repórter Eco (TV Cultura)

"10 anos do Programa de RPPNs"

 

Jornal:

1º lugar - Daniela Chiaretti (Valor Econômico): "Estou muito emocionada, sempre quis ganhar esta arvorezinha. É uma pauta que fala sobre as pressões sociais e econômicas que este parque (Parque Nacional do Iguaçu) sofre. Uma história emblemática do Brasil de hoje".

Revista:

1º lugar - Carlos Fioravanti (Revista Pesquisa FAPESP): "Por coincidência, havia ganhado o primeiro lugar há 10 anos exatamente. É um grande prazer ser o ganhador novamente".

Televisão:

1º lugar - Silvia Regina Martinez (Good News (Rede TV!): "Foi uma conquista da equipe. A comunidade em geral tem pouca noção sobre os riscos à Mata Atlântica, ainda é algo pouco veiculado. É preciso mostrar para o público que não se pode pensar na cidade apenas sobre quatro rodas, é muito importante buscar também um equilíbrio ambiental".

Nesta edição, o Prêmio de Reportagem sobre a Mata Atlântica recebeu 141 inscrições. A comissão julgadora contou com cinco profissionais reconhecidos no mercado para cada categoria, e que seguiram rigorosamente as normas do regulamento proposto pelo prêmio. São eles:

Jornal Impresso: Adalberto Marcondes, diretor da Agência Envolverde; João Paulo Ribeiro Capobianco, presidente do Instituto Democracia e Sustentabilidade (IDS); Mônica Nunes, editora do Planeta Sustentável; Paulo Lyra, da Organização Panamericana de Saúde; e o sociólogo, cientista político e escritor Sérgio Abranches.

Revista: Andrea Margit, gerente de meio ambiente da Fundação Roberto Marinho; Cadu Young, professor de Universidade Federal do Rio de Janeiro; Miguel Calmon, gerente Sênior da União Internacional para a Conservação da Natureza; Ricardo Rodrigues, professor da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, da USP, e coordenador do Programa Biota, da Fapesp; além do doutor em Comunicação Wilson Bueno, especializado em jornalismo científico e professor da USP e da Universidade Metodista de São Paulo.

Televisão: Luciano Candisani, fotógrafo da National Geographic e autor de 7 livros; Denise Rambaldi, vice-presidente do Instituto do Ambiente do Rio de Janeiro; pelo cineasta, curador e diretor de televisão Francisco César Filho; Paulina Chamorro, editora de meio ambiente e apresentadora de programas nas Rádios Eldorado e Estadão; e pelo jornalista, escritor e roteirista Sérgio Túlio Caldas.